Tela para Projetor: Como escolher?

Comprar um projetor não é um investimento barato, e por vezes ficamos tão encantados com a experiência que este novo produto nos trás que esquecemos que existem outros acessórios que ajudam – e muito – a melhorar e a potencializar a qualidade da imagem.

A tela para projetor é o principal destes acessórios: Com ela, é possível obter maior contraste e clareza utilizando menos do projetor.

Abaixo, vou analisar cada uma das 4 variáveis que devemos verificar ao comprar uma tela de projeção:

  • Estilo
  • Tamanho
  • Formato
  • Material Utilizado

1) ESTILO

Basicamente, existem dois tipos de tela: Fixas e retráteis.

Telas Fixas

tela projetorAs telas fixas, como já diz o nome, possuem um quadro sólido que fica por trás da tela e que serve de fixação para elas. Elas são esticadas e presas em suas pontas – usualmente por prendedores específicos – proporcionando uma superfície tensionada e consequentemente, imagens mais suaves.

Este tipo de tela é mais barata e muito mais fácil de ser utilizada, já que depois de instalada basta colocar o projetor para funcionar, ao contrário da retrátil que tem de ser aberta ou montada a cada utilização.

Se você possui uma sala dedicada apenas para projeção / Home Theater, e não tem porque ficar guardando-a, uma tela fixa é provavelmente a melhor opção.

Mas quando você chega na loja para comprar sua tela de projeção física ainda existem inúmeras opções, o que fazer?

Além da diferente qualidade de construção, as maiores diferenças que você encontrará entre os modelos de baixo preço e as de qualidade será o quadro ou borda preta, normalmente forrada de veludo, ao redor da imagem da tela. Você pode enxergá-la na imagem ao lado.

Mas porque esta borda é tão importante?

Quando você olha para um quadro fixo que possui estas bordas você enquadra melhor a tela e consequentemente melhora sua percepção de contraste. A recomendação é que as telas possuam entre 5 e 7,5cm de borda dependendo do seu tamanho. Você pode encontrar algumas com um valor acima ou abaixo dessa espessura, mas eu recomendo se ater a ela para que não haja nenhum desconforto.

Outro ponto importante é que se houver necessidade de aumentar a imagem para além da tela, a borda de veludo “apagará” o excedente, mantendo o contraste e o foco na tela.

Telas Retráteis

tela

Telas retráteis são bastante comuns em salas de aula. Você provavelmente já presenciou e riu um bocado de diversos professores tentando abrir ou fechá-la. E realmente este é um trabalho complicado para quem não está acostumado com o sistema de trava.

Felizmente, quando pensamos na construção de um espaço para cinema em nossa casa ou até mesmo para reuniões, existem bastante opções motorizadas que facilitam nossa vida.

Este tipo de tela é mais caro do que as fixas e mais complicada de montar, então porque escolhê-la?

Ela serve para espaços multi uso – aqueles que você tem de dividir com a família, os amigos ou até com seus vizinhos – e que não permitem a presença definitiva de uma tela.

Além disso, você não precisa ficar preso a suportes físicos que descem e sobem a tela no mesmo lugar. É possível por optar por telas em suportes e que são capazes de serem movimentas. Este tipo de equipamento é de grande valor para espaços modulares – tais como salas de reunião – que alteram seu layout conforme demanda.

Outro ponto bastante importante no momento da escolha de sua tela retrátil é a funcionalidade de tensionamento de tela, que estica a tela e permite uma imagem com maior suavidade.

EXEMPLO DE TELA RETRÁTIL

Adicional: Paredes e Telas Pintadas

Sim, você pode apontar um projetor para uma parede e projetar uma imagem, mas não espere que ela seja uma imagem incrível.

Então não gaste todo o seu dinheiro com um projetor e deixe a tela de lado. Isso é importante!

Alguns fabricantes vendem um tipo de tinta que promete solucionar os problemas de refração e de brilho, mas a qualidade, novamente, não é tão boa quanto a de uma tela de qualidade.

 

2) TAMANHO

Quanto maior o tamanho de minha tela melhor, não é? Sim e não.

Sim porque é incrível ver todos babando pela sua imagem de 120 polegadas e não porque as vezes o tamanho do seu espaço não comporta uma tela tão grande ou distância suficiente para o projetor realizar uma imagem de qualidade deste tamanho, tirando todo o conforto daqueles que a estão assistindo.

Uma imagem muito grande pode causar outros problemas: Você não vai querer ter de ficar movimentando seus olhos para enxergar a tela completa – como em uma partida de tenis – ou enxergar todos os pixels, então é bom calcular.

Vamos a um exemplo: Se você possui uma tela de 120 polegadas no formato 16:9 (vamos explicar isto logo abaixo) você deverá estar sentado entre 4 a 5 metros da tela. Se a sua sala for menor do que isso, provavelmente está tela lhe dará dor de cabeça – literalmente!

Encontre aqui alguns links para simuladores de projeção que te dizem exatamente a distancia em que você deve estar da tela: http://www.projectorcentral.com/projection-calculator-pro.cfm

Quando pensamos em tamanho, outro ponto que deve ser analisado analisar é o projetor ou os projetores que serão utilizados com o equipamento. Quanto mais longe ele estiver, mais fraco será a imagem.

Uma vez ví uma analogia bem interessante: Vamos pensar em uma lanterna. Quando você está com ela perto de uma parede a imagem é bem pequena e forte. Conforme você se afasta, ela perde força e ganha tamanho. Com o projetor ocorre o mesmo. Saber os limites do seu projetor é imprescindível para não acabar comprando uma tela maior do que o necessário ou sub-utilizar a potência dele com uma tela menor do que você poderia ter.

3) FORMATO

Apesar de existirem diversas proporções de formatos de vídeo atualmente– 4:3, 1.77:1, 16:9, 2.35:1 entre outras – quando pensamos em telas de projeção existem apenas três formatos que realmente importam: 4:3, 16:9 e 2.40:1.

Decidir que proporção de tela você deve comprar depende muito do tipo de mídia que você usa no seu projetor. Se o seu principal uso será assistir filmes, jogar video game, ou assistir TV, compre uma tela 16:9. Se você irá utilizar a tela e o projetor para apresentações, vale a pena optar por uma tela 4:3. E se finalmente, você é um aficionado por cinema e costuma ver filmes em bluray com proporção de 2.35:1, compre uma tela 2.40:1.

 

4) MATERIAL DA TELA

Depois de definir o tipo de tela que precisamos, o formato que melhor se adapta as nossas necessidades e o tamanho que serve direitinho em nosso espaço, está na hora de identificarmos qual é o melhor material para uma projeção excelente.

Mas quais são as principais diferenças que cada material trás em uma tela?

Cor

Normalmente, quando imagimanos uma tela para projetores, ficamos com o branco em nossa cabeça, mas a verdade é que existem diversas telas em escala de cinza ou até preto. Mas porque sempre que eu vejo uma tela ela é branca?

Porque ela é a utilizada em cinemas. Em salas escuras. E acabamos achando que ela é a melhor. Mas elas são boas para salas escuras.

Em salas bem iluminadas e onde não há a possibilidade de se realizar um tratamento de luz, as telas brancas – que refletem muita luz – acabam por deixar a imagem lavadas.

Neste tipo de salas, a tela cinza funciona muito melhor que a branca, trazendo maior contraste para a imagem. O contraste, por sua vez, sinaliza a diferença entre a cor mais escura projetada e a cor mais clara. Com uma maior taxa desta variável, é possível ter maior definição de imagem, mesmo em lugares mais claros, como comentamos anteriormente.

Resumindo: Se você tem um quarto escuro, vá de tela Branca. Se não, opte por telas em escala de cinza, aumentando a tonalidade conforme aumenta a luz que incide no local utilizado.

Ganho

O ganho se refere ao montante de luz que a tela reflete se comparado com um padrão de referencia chamado de Superfície Lambertiana. Uma superfície Lambertiana perfeita reflete luz uniformemente em todas as direções.
Isso pode parecer bem legal, mas não é uma coisa boa para a projeção, pois acaba por “lavar” a imagem.

Pensando neste cenário, chegamos a conclusão de que ao contrário do que imaginamos – de que sempre mais é melhor – em uma sala escura / de luz controlada, um ganho menor produz imagens melhores e de maior contraste.

Outro problema que vem com a adição de ganho é a criação de um hotspotting, onde o centro da imagem é visivelmente mais brilhante do que os lados.

Esse fator também faz com que se perca visualização a partir dos ângulo, ou seja, se você não estiver localizado exatamente na frente do projetor, sentirá perda de qualidade de imagem. Se você usa o projetor sozinho e alinhado com a tela não tem problema nenhum. O problema é quando estão diversas pessoas em sua sala de estar ou de aula. Provavelmente quem está no canto estará sendo prejudicado.

Mas poxa, então o ganho é um grande sacana e não devo usá-lo?

Se você tem um quarto estreito, ou um projetor de baixa luz que precisa projetar em uma grande tela, então você pode aumentar o ganho, conforme necessário.

Então não opte por telas com “ultra-ganho” se não estiver em uma situação bastante específica destas. Os projetores atuais já são bastante brilhantes e tem potência suficiente para funcionar em locais iluminados.

Existem algumas telas de ganho negativo (0.8) que eram utilizadas para que os projetores conseguissem atingir a cor preta, impossível até o momento. Com o aumento da tecnologia e a melhora na qualidade das cores do projetor, esse tipo de tela não é mais necessária, mas ainda podem ser encontradas por ai.

Transparência Acústica

A transparência acústica é uma variavel que pode ser deixada em segundo plano para algumas pessoas. Para que uma tela possua essa característica, é necessário que hajam pequenos “poros” ou furinhos na tela, para que o som passe por ela sem nenhum problema. Com isso, conseguimos recriar o som de cinemas comerciais que possuem sistema de som atrás da tela.
Se você não consegue imaginar isto, chegue mais perto de uma tela da próxima vez que for até um cinema e conseguirá ver os pequenos poros.

O problema é que isto funciona muito bem em um cinema porque estamos longe da tela. Em sua casa, por exemplo, se você sentar muito perto do equipamento provavelmente começara a se sentir incomodado com a visualização destes pequenos poros, então só considere comprar esse tipo de tela se tiver um bom espaço entre você e a tela.

Projeção traseira

Praticamente qualquer projetor pode ser usado em um aplicativo de projeção traseira, onde o projetor está por trás da tela. Os benefícios deste tipo de instalação são muito bons, já que diminui o barulho do projetor, mantém a qualidade da imagem e tira o desconforto de ter aquele amigo chato seu passando na frente da imagem toda hora. Não há nenhuma contra indicação, mas só compre se realmente for precisar.

Se você quer saber mais sobre os tipos de tela de projeção traseira, acesso nosso guia sobre materiais de tela de projeção.

Telas 3D

Você só precisará de um tipo de tela especial para 3D se possuir um projetor 3D baseado em projeção dupla, ou seja, um projetor para a imagem de olho direito e outro projetor de imagem para o olho esquerdo.

Se este é o seu caso, você precisará de um tipo de material que retenha a polarização necessária para formar o efeito 3D. Um aumento em ganho também ajuda bastante, já que este tipo de projetor tem um output de luzes muito mais fraco.

No mercado internacional, podemos encontrar alguns tipos de tela que funcionam desta forma, tal como Mocomtech, Stewart Silver 5D or Elite Screens AirBright 3D2

Se você possui um projetor 3D único – o que é muito mais comum – poderá realizar a projeção em qualquer tipo de tela.

MELHORES MODELOS

Tela de Projeção Retrátil Elétrica – Sumay

Telas SumayAs telas de projeção Sumay são uma ótima pedida para aqueles que necessitam de um equipamento retrátil e que realize a operação de abrir e recolher a tela de forma Elétrica.  A cor da tela é branca e possui diversos formatos

 

Tela de Projeção Retrátil – Sumay

tela de projeção retratil

Os modelos da Sumay tem um preço bastante competitivo e mantém a configuração das telas retráteis elétricas – tela branca sem brilho adicional. Como comentado anteriormente, as telas de projeção retrátil são bem mais baratas do que as retráteis elétricas.

 


Tela de Projeção Retrátil – Tecnomast

Atela de projeção retrátil tecnomast é uma tela que tem pintura eletrostática de cor cinza com 1,1 de brilho e que tem um preço bastante em conta. Vale a pena para aqueles que necessitam de configurações além do padrão branco e sem brilho.

 

tela para projetor tripéTripé – Sumay

O tripé tem como sua principal capacidade ser transportado para diversos locais, facilitando a vida daqueles que viajam e utilizam seu equipamento para treinamentos e afins.

Deixe um comentário!