Qual a diferença entre DLP, LCD e LCoS?

Existem atualmente no mercado três tecnologias diferentes para projetores: DLP, LCD e LCoS. Abaixo, vou explicar um pouco sobre cada uma delas, e compará-las, para você entender qual é a que se encaixa melhor com o seu perfil.

DLP – Digital Light Processing

7-1-08-texas-instruments-dlpA sigla DLP significa Processamento Digital de Luz ( ou luminosidade). Esse tipo de projetor utiliza de pequenos espelhos para refletir a luz na tela. A maioria dos modelos utiliza uma utiliza uma roda de cores – sim, literalmente uma roda girátória composta de filtros de cores – para criar cores sequenciais.

Os modelos mais top de linha usam três chips DLP: um para o vermelho, um para o verde e um para o azul.
Modelos de projetores que utilizam o DLP podem variar de preços bem baixos para  dezenas de milhares de reais. A maioria dos projetores usado em cinemas usam o DLP.

 

LCD – Liquid Crystal DisplaySXRD_Chip

O LCD é uma tecnologia  bastante similar a aquele usado em monitores de cristal liquid. Projetores que usam o LCD possuem 3 paineis de cristal liquido (veja um deles na imagem ao lado), sendo que cada um deve criar uma imagem usando apenas uma das três cores primárias. Logo que os três são projetados na mesma tela, você vê uma imagem completa.

 canon-lcos-reflective-lcdLCoS – Liquid Cristal on Silicon

O LcoS, ou “Cristal liquido em Silicone, é um híbrido entre o LCD e o DLP. Ele usa chips de cristal liquido com uma “traseira” refletiva. Isso os torna reflexivos, como o DLP, mas bloqueia a luz usando o cristal liquido, tal como o LCD. Os principais fabricantes dessa tecnologia é a Sony e a JVC, que as chamam de SXRD e D-ILA, recpectivamente. Esses são os modelos mais caros no mercado, mas apresentam qualidade superior de projeção.

COMPARAÇÕES

A taxa de contraste é o aspecto mais importante na qualidade de uma imagem. Ele consegue definir o quão realista ela parecerá, já que aumenta a distancia entre as cores escuras e claras. Os Projetores JVC que utilizam sistema LcoS são os que tem as maiores taxas neste conceito, seguidos pelos Sony SXRD.

Os outros modelos perdem em qualidade para o LcoS, mas os projetores com tecnologia LCD andam crescendo bastante nos últimos anos, enquanto os modelos DLP não estão conseguindo acompanhar o ganho em taxa de contraste.

Bastante projetores possuem uma funcionalidade chamada Auto Iris, que fecham a lente e escurecem a imagem em cenas escuras, e que se mantem aberto para manter as cenas claras com brilho suficiente. Apesar deste recurso aparentemente aumentar o contraste, o contraste nativo dos projetores LCoS tem uma taxa de contraste bem mais efetiva.

Quando partimos para saída de luz, o LcoS perde em número para os DLP e LCD, que possuem os maiores valores no mercado, mas podemos atribuir isso ao pouco tempo de mercado dos equipamentos. No fim, a qualidade dos LcoS se equiparam com os outros modelos, já que é difícil utilizar números tão altos quanto os existentes nesses equipamentos de alto desempenho.

Quando pensamos em cores,  não há como comparar. Cada projetor tem a sua própria característica e é isso que os torna tão interessantes. O modelo DLP, ganha em taxa de atualização de imagem, que permite maior precisão em cenas de muito movimento. Mas infelizmente, não vale trocar essa característica pelo menor contraste proveniente destes modelos.

O “Efeito Arco-Íris”

Projetores de três Chips, tal como o LCD, o LcoS e os DLP de alta capacidade conseguem construir as três cores simultaneamente. Projetores de Chip único, em contrapartida criam a imagem usando cores sequenciais, gerando pequenas frações de segundo onde apenas uma cor está sendo projetada na tela. Algumas pessoas não percebem este processo ocorrendo ou percebem e não se incomodam, enquanto algumas outras percebem e se sentem incomodadas. É bom que você verifique se este é o seu caso se optar por um DLP de um chip ( maioria dos modelos baratos)

Conclusão

Cada tecnologia possui seus pontos fortes e fracos, e todas possuem equipamentos de alto desempenho e que suprem diversas necessidades. É importante que você tenha em mente que cada uma delas servirá para um propósito e para um orçamento diferente.

Conheça mais sobre projetores em nossos guias sobre Projetores Caseiros, Mini Projetores e alguns modelos com este tipo de tecnologia neste post

Deixe um comentário!